Acidentes domésticos são mais frequentes do que se pode imaginar e, muitas vezes, acontecem entre grupos de maior vulnerabilidade como crianças e pessoas idosas. Em decorrência de situações como quedas e queimaduras, assim como a má administração de medicamentos, entre outras eventualidades, é necessário que se considere a promoção de um ambiente seguro capaz de prevenir acidentes domésticos por parte desses grupos suscetíveis.

O cuidado com o idoso deve se estender desde o consumo de medicamentos até observações mais amplas, como o ambiente em que ele está inserido, espaços escorregadios ou molhados, baixa iluminação que dificulta a sua visão e, dependendo das suas limitações, considerar a adaptação desses ambientes para a vivência do idoso.

Programas de prevenção de quedas e acidentes domésticos

Algumas medidas podem ser tomadas a fim de que ocorra a prevenção de acidentes domésticos, como quedas ou situações mais agravantes, que podem ser irreparáveis. A adaptação dos ambientes para o convívio de crianças e idosos, por exemplo, é necessária para uma vida mais segura e de maior acessibilidade.

A aplicação de um programa que compreenda e atenda às necessidades dos idosos a partir de cuidados específicos para suas limitações é imprescindível para uma vida prolongada e de maior qualidade. Um auxílio efetivo exige um atendimento em domicílio, no qual será desenvolvido um plano de ação com as determinações da assistência e da atenção dispensada em cada atividade.

Pacientes idosos tendem a preferir o aconchego do seu lar e, adotar um programa de prevenção de quedas e acidentes contribui de forma significativa para a sua vivência também no contexto familiar.

Planejamento para a prevenção de quedas

Assim como em toda a programação, é preciso estabelecer um planejamento para que o ambiente esteja propício ao cuidado de idosos. Esse planejamento se dá a partir da observação e análise do seu modo de vida, da sua condição física e mental, das suas limitações em um parâmetro geral e em situações específicas etc.

A partir dessas observações, é possível determinar as melhores ações a serem estabelecidas para que a readaptação de espaços e a prevenção de acidentes possam ser aplicadas de forma eficiente e com a atenção merecida pelo idoso. Para que esse atendimento seja realizado da melhor forma possível é importante que uma equipe multidisciplinar realize o acompanhamento com comprometimento e responsabilidade.

Tecnologia nos programas de prevenção de quedas e acidentes domésticos

A tecnologia agrega um valor imensurável aos programas de prevenção de acidentes, pois essas ferramentas possibilitam otimizar o tempo dos profissionais, oportunizando um atendimento de maior qualidade ao paciente. A partir de programas desenvolvidos especialmente para o cuidado e a promoção da saúde, é possível padronizar as ações com a personalização dos programas de atendimento à saúde.

Os sistemas tecnológicos como o Loggi oferecem uma ferramenta capaz de auxiliar no atendimento domiciliar organizando o atendimento do idoso ao determinar um cronograma adequado a ser aplicado por profissionais especializados e responsáveis. Faça parte dessa programação acompanhando nossos artigos e cadastrando-se em nosso mailing agora mesmo.

Cuidados com o Idoso – a importância de programas de prevenção de quedas e acidentes domésticos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: