A medicina preventiva atua no intuito de promover ações de incentivo ao cuidado com a saúde. Essas ações envolvem aspectos como alimentação saudável, prática de exercícios físicos e manutenção da saúde mental. As doenças psicológicas também estão na lista de problemas de saúde a serem evitados.

Há muitas doenças que apresentam melhor prognóstico se detectadas de forma precoce e as de ordem mental estão nesse contexto. Essas medidas dentro de uma empresa ajudam a manter a equipe de profissionais saudável e mais apta a desenvolver suas atividades.

A importância de medidas preventivas para doenças psicológicas

De acordo com dados do Ministério da Saúde, os transtornos mentais são a terceira principal causa de afastamentos de trabalho e cerca de 9% do total de auxílios-doença são decorrentes desse tipo de adoecimento. Esses números ajudam a reforçar a importância de medidas que contribuam para prevenção desses quadros.

A pressão e o estresse nos ambientes de trabalho podem desencadear muitos problemas na saúde mental dos empregados. É possível também que o estresse do trabalho seja um gatilho necessário para surgimento de doenças psicológicas, tais como a depressão e o transtorno de ansiedade.

As práticas de prevenção ajudam a identificar os fatores comportamentais e relacionados ao contexto desse funcionário em sua vida profissional e pessoal. Dessa forma, é possível pôr em prática ações que visem tratar os problemas encontrados para evitar que cheguem ao patamar de doença mental.

O papel dos psicólogos na medicina preventiva

Como um importante agente das ações preventivas, o psicólogo atua na identificação de fatores que sejam sintomas de doenças de origem emocional e mental. Assim, junto aos médicos de outras áreas, há a formação de um trabalho em conjunto para garantir o bem-estar da equipe.

É importante que a empresa tenha em mãos informações sobre os funcionários e sobre o ambiente de trabalho e fatores que contribuem para aumento do estresse. Além disso, os quadros de crise econômica têm o poder de piorar a saúde mental das pessoas.

O psicólogo é a peça chave para promover a tão desejada saúde mental, que vai muito além de não possuir doenças psicológicas. É ajudar a manter o bem-estar, a capacidade de cultivar uma vida saudável, isso tudo pensando não apenas em doenças físicas, mas no todo da saúde humana.

Em relação às ações de forma específica, é importante promover programas de incentivo à busca desse estado saudável. Ressaltando a importância de estar bem mentalmente, lidar com o estresse e identificar a necessidade de avaliações clínicas.

A medicina preventiva nas empresas não pode perder a oportunidade de investigar a presença de doenças psicológicas ou fatores que contribuem como gatilho. Os profissionais que atuam para área de saúde mental trabalham em conjunto, o psicólogo é peça chave, junto a ele está o psiquiatra e o assistente social.

Dessa forma, as ocorrências de atestados e afastamentos serão muito menores e as empresas colhem os frutos de trabalhadores saudáveis e aptos para o trabalho.

Gostou do artigo? Veja outros como esse e cadastre-se em nosso mailing para receber mais conteúdos.

Doenças psicológicas e medicina preventiva nas empresas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: