Mobilidade no Atendimento Domiciliar:

Uma questão de produtividade e atenção ao paciente:

Atendimento Domiciliar

 

 

 

 

 

 

Mobilidade e produtividade andam de mãos dadas nos dias atuais. Em funções que demandam o deslocamento dos profissionais de saúde, como os serviços de atendimento domiciliares, o processo de registro de atividades após o retorno do profissional à sua base, é um dos principais “ladrões de tempo” da equipe, derrubando sua produtividade.

De olho nesse desafio, criamos uma solução mobile totalmente integrada com o sistema de gestão dos pacientes – o Loggi Mobile. Com este aplicativo, os profissionais de saúde saem para realizar os atendimentos com todos os dados dos pacientes em mãos. Os agendamentos são realizados de forma automática pelo software, seguindo os planos de cuidados definidos para cada caso, respeitando as regras estabelecidas para regionalização dos pacientes (agrupando os atendimentos das regiões da cidade) e a grade de horários dos profissionais.

O profissional realiza diretamente no aplicativo todos os atendimentos agendados, acessa o prontuário do paciente e atualiza as suas informações, registra dados físicos e de saúde, preenche avaliações e questionários, carrega imagens/fotos no prontuário, responde a pedidos de encaminhamento realizados por outro profissional, etc. Enquanto o profissional segue seu trajeto com outros atendimentos, o aplicativo registra os dados para realizar o controle e o pagamento da quilometragem do veículo, facilitando a gestão administrativa do departamento.

Outra grande vantagem do aplicativo é o funcionamento off-line; ou seja, se não houver sinal de internet, ou mesmo se a Operadora não quiser, os dados continuam acessíveis para o profissional e os novos registros e atualizações são armazenados para posterior sincronização.

Atualmente, já são 130 profissionais de saúde utilizando o aplicativo, 135 mil atendimentos realizados e mais de 4.000 pacientes atendidos com essa ferramenta, segundo os dados coletados com os programas de Atendimento Domiciliar dos nossos clientes. Para essas equipes, o processo de trabalho foi facilitado e gerou ganhos qualitativos aos objetivos finais dos programas – a total atenção aos pacientes durante as visitas.


Robson Alvarez, diretor de projetos e novos negócios da ForMedici Tecnologia em Saúde.

Créditos imagem: Projetado pelo Freepik
Mobilidade no Atendimento Domiciliar: uma questão de produtividade e atenção ao paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: