A modernização de processos em gestão de saúde se tornou, hoje, não apenas uma opção, mas uma exigência. Esta tendência serve para clínicas, hospitais ou casas de assistência à saúde. É a principal ferramenta para quem procura se sobressair no mercado, destacando-se em relação à concorrência, e prestar um atendimento de qualidade, ágil e eficiente.

Um exemplo de tecnologia nesse sentido é o prontuário eletrônico. Continue a leitura deste texto e conheça melhor essa solução, bem como algumas razões pelas quais deve adotá-la o mais rápido possível!

gestão em saúde

Atendimento ágil e eficiente

Em primeiro lugar, convém salientar que um prontuário eletrônico é capaz de auxiliar a sua clínica em relação ao atendimento que presta ao seu público.

Por se tratar de uma tecnologia que pode ser acessada a partir de um computador ou até mesmo de dispositivos móveis, bastando para isso um clique, traz maior agilidade e eficiência ao atendimento, fazendo assim com que o paciente não perca seu tempo e saia do estabelecimento satisfeito.

Saiba que garantir a satisfação do cliente é o primeiro passo para fidelizá-lo e, assim, aumentar as vendas. Quando temos ciência disso, não poupamos esforços para adotar o que há de mais moderno no mundo da tecnologia.

Gestão compartilhada e acesso remoto

Um prontuário eletrônico pode ser acessado por qualquer profissional, desde que ele tenha autorização para isso, o que é bom, pois contribui para uma gestão compartilhada, eficiente e ágil.

Por exemplo, o médico pode acessar o prontuário de um determinado cliente de sua sala de consulta e, ao mesmo tempo, a atendente ou o atendente que fica na recepção.

No caso de um prontuário físico, torna-se mais difícil o acesso conjunto, trazendo assim prejuízo para o processo de atendimento ao cliente, bem como para a gestão, de modo geral. Isso porque é preciso que um colaborador fique pegando e levando o prontuário, operação que, às vezes, demanda maior tempo de espera.

Redução de custo

Ao contrário de um prontuário físico, o prontuário eletrônico contribui para a redução de custo, uma vez que dispensa papel e local físico para a sua guarda, assim como também recursos humanos para gerenciar tal espaço.

Não só isso, vale dizer. Dispensa recursos humanos que ficam responsáveis por pegar e levar documentos de um departamento para outro dentro de clínicas e hospitais, como ressaltamos.

Evita a perda do documento

Além de ficar arquivado no sistema para consulta frequente, ele é colocado na nuvem, de modo que seja possível preservar a sua segurança diante de possíveis situações que possam comprometer a sua integridade, como danos no sistema ou ameaça iminente de vírus.

Ademais, trabalha no sentido de evitar que os documentos sofram danos em situações de riscos físicos como incêndio, temporal e até mesmo assaltos.

Contar, hoje, com um prontuário eletrônico é uma questão não somente de segurança, eficiência e produtividade, mas também de diferenciação competitiva. Se a sua clínica ou hospital ainda não o possui, não deixe de adotar essa solução.

Gostou deste texto? Esperamos que sim! Aproveite o momento e leia outros conteúdos em nosso blog! Faça isso e fique por dentro de assuntos que podem, e muito, ajudá-lo a melhorar a gestão de seu sistema de saúde. Você também pode receber os nossos materiais em primeira mão, se cadastrando no nosso mailing. Aproveite!

Prontuário eletrônico: entenda por que ele é fundamental na gestão em saúde.
Classificado como:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: